Falta de astros em Hollywood?

A situação em Hollywood está tão complicada quanto o The Hollywood Reporter pinta? Em um artigo publicado nesta quarta-feira, 14, o site aponta vários testes que estariam mexendo com o mercado, especialmente o de dois filmes que tentam ser o próximo “Hunger Games” – “Speed” e “Divergent” – e o das continuações de “Transformers” e “O Espetacular Homem-Aranha”.

Ao final, o jornalista Borys Kit sugere que os agentes norte-americanos estão tão preocupados em emplacarem seus pupilos por ser uma safra de galãs muito esperadas pela falta de grandes nomes no mercado na transição dos 20 para os 30 anos que poderiam ser os novos “Channing Tatum”, James Franco e Tom Hardy, que também estariam longe do patamar alcançado por Brad Pitt e Leonardo DiCaprio.

Sinceramente, duvido um pouco de tanto desespero. Existe sim, um gargalo de grandes estrelas. Nos anos 90 um “Filme de Tom Cruise” era um chamariz tão forte para a bilheteria e hoje… continua sendo. “Rock Star” por exemplo foi inteiramente baseado nele, sendo que ninguém lembra o sobrenome do Diego que é o protagonista (ou Diogo?). Tentando voltar 2 décadas, seria um tanto estranho ver um cartaz com Dustin Hoffman ou Al Pacino? Não tanto…

Os atores vão ficando mais experientes e assim vão agregando papeis importantes, de prestígio, “diversificando” a carreira. Não dá para esperar 10 Brad Pitts ou Leonardo Di Caprio surgindo. Os dois aliás vieram a tona em épocas muito distintas e só com o tempo foram solidificando sua presença. Mesmo alguns atores que podem vir a serem grandes, como Michael Fassbender, já estão com grandes papeis, a espera de uma fama maior (que pode ou não chegar). E talvez acreditar que Channing Tatum é um grande nome a ser referenciado é algo muito mais voltado para o imediatismo do que para uma carreira longa, como o site parece pintar.

Não que seja surpresa diante do perfil da revista, mas ainda assim é de mexer um pouco. O próprio Shia LaBeuf, parece ter ficado um pouco receoso de ser tachado de ator vazio e já foi fazer papeis estranhos em filmes comerciais (como “New York I Love you”) e virar galãzinho de Festival, em Veneza esse ano (como o próprio Franco fez na edição de 2011, sendo companhia de Louis Garrel), além de aparecer pelado em um clipe da banda islandesa Sigur Rós, o que deve continuar em breve no mais novo filme de Lars von Trier.

E ninguém mais lembra do Robert Pattison, é isso mesmo?

Leave a comment

November 15, 2012 · 12:15 am

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s