Quem sou eu?

Um cara legal e um cara chato voltam de uma sessão de “Tess” (1979), de Roman Polanski na Piazza Maggiori, em Bologna, exibido em uma nova cópia digital feita após uma restauração.

CL- Nossa, que filme lindo né?
CC- Ahn? ah, o filme é bom… mas a cópia estava horrível, parecia uma tela de plasma, sem contraste algum, as imagens em movimento gritavam horrivelmente digital e não tinha diferença entre o que estava próximo e no fundo do plano. E outra, o filme é de 79, estava bom, para que restaurar enquanto existem milhões de filmes desesperados, em busca de uma restauração de verdade. Só escanearam tiraram uns 2 riscos e o Polanski alterou o filme, mudando a iluminação, fazendo coisas que não conseguiu fazer antes. Ahhh e PARA QUÊ aquela legenda em francês na tela? OK, o filme vai ser lançado em Paris, mas é tão TÃO difícil fazer uma cópia digital sem legenda? Achava que o digital facilitaria as coisas… E umas cenas eram muito escuras, cruz credo e estava tudo tão plasticamente lindo que parecia um filme para televisão no mau sentido… Mas ah ok, o filme é bom. Não ótimo, mas tem alguns pontos legais.
CL- Mas a fotografia é excelente né?
CC- Ah é… apesar da qualidade da imagem péssima, ao menos para o que o provavelmente foi exibido em 1979. A PAthé responsável pela restauração disse que o objetivo era dar ao filme a mesma imagem que tinha em 79… certamente não parecia assim…

Adivinhem quem sou eu?🙂

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s