O fofinho indie da vez

“Like Crazy” (“Like Crazy”, 2011, EUA) de Drake Doremus 6/10

 

“Like Crazy” é um daqueles filmes bem fofinhos, que até parece um crime não gostar. Como assim não se identificar com a história de um casal de jovens meio outcasts que se encontram e se apaixonam perdidamente a primeira vista, ao ponto dela, Anna (Felicity Jones), uma estudante inglesa permanecer nos braços de Jacob (Anton Yelchin) mais do que o permitido em Los Angeles, causando problemas com a imigração americana em seu retorno aos EUA.

O “amor para sempre” que encontra barreiras e força os protagonistas a lutarem contra tudo e todos é um tema um tanto batido e o roteiro não nos apresenta a personagens que realmente parecem passar por transformações durante a trama. É tudo um tanto forçado para que se de bem no final, mas parece tudo uma visão pré-concebida do diretor e roteirista Drake Doremus e não sentimos uma presença real dos personagens, apesar dos atores, em especial Yelchin, segurarem bem seus papeis.

Mais para o final o filme soa mais honesto com os personagens seguindo em frente e vemos um tanto de realidade, e o final melancólico na medida exata enaltece a trama, mas parecemos sempre diante da fórmula indie da vez, que não apresenta nada de original nem de fundamental. Não que seja um crime. O filme tem alguns ótimos momentos e não deixa de ser fofinho. Mas convenhamos, fofinho é pouco né para algo que poderia ser bem melhor…

Leave a comment

Filed under Críticas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s