Como a Sala de Imprensa reagiu à premiaçao em Veneza

  Em primeiro lugar, desculpem pelos erros de portugues, estou escrevendo num computador italiano que nao aceita alguns acentos e tou meio perdido aqui como mudar… Devia ter entrado aqui antes, pois logo que eu cheguei na Sala de Imprensa, jà tinham vazado que Fausto levaria o Leao de Ouro e Fassbinder e Deanie Ip e Fassbender levaram a Copa Volpi. Uma pena Friedkin, Johnnie To, Polanski e outros diretores nao levaram nada. Tinha muita gente filmando a reaçao aqui, espero que postem porque foi bem engraçada.

No primeiro premio para a fotografia de “Wuthering Heights” houve aplausos moderados. Realmente, nao teve nenhum outro filme cuja tecnica foi destaque nesse filme so Fausto que acabaria levando o premio principal. Depois, quando Todd Haynes (foi ele mesmo?) estava anunciando o premio Marcello Mastroiani para atores jovens falou “de uma historia de amor…” e todos ficaram se olhando sem entender – outro premio para Andrea Arnold? Mas nao, era Himizu do Shion Sono, pelos atores principais. O Shota Sometani que ja era meu favorito e a menina que faz a stalker que vira amiga dele Fumi Nikaido, levaram. Para um filme que dividiu tanto, ao menos sair com premio de consolaçao jà tava de bom tamanho.

Começando com os premios principais, o de melhor roteiro para “Alpes” dividiu a critica aqui. Enquanto metade aplaudia, metade vaiava. Um gritou “Vergonha” prontamente aplaudido por boa parte. Eu fiquei no meio do caminho. Achei realmente bizzarro o filme ter levado roteiro, porque é um tipico filme de diretor e de atores. Me parece que num festival tao restrito premiar ele è exagerado, querer dar premio por dar. Mas eu gostei muito do filme.

Depois foi a vez da Copa Volpi. Atores ja era favas lascadas pro Michael Fassbender por “Shame” e que tambem estava em outro filme na competiçao, “A Dangerous Method”, que recebeu mençao do juri no premio. Como aconteceu, achei dificil darem dois premios para o mesmo filme, entao certo de que “Shame” ganharia algum dos principais, e a ausencia de McQueen na plateia liquidava que seria o unico premio para o meu filme favorito da competiçao.

A galera aqui foi a loucura. Premio mais comemorado, tanto no anuncio, depois quando ele estava indo para o palco e no fim do discurso. Ainda repercurtindo, acabei de ouvir na mesa do lado “Mas que espetaculo de homem”. é, Fassbinder é mesmo o astro do ano. O Mauricio do Spoiler Movies acha que ele pode ir pro Oscar. Sera? O material è muito pesado, tou suspeitando que se  “A Dangerous Method” emplacar, talvez ele entre, mas pelo filme errado. Ia amar se ele fosse indicado pelo “Shame”. Vejam, vejam vejam logo que entrar no Rio e Sao Paulo!

Atriz era outro premio que ja tinha destino certo: China, terra querida pelo organizador do festival Marco Muller, adora. Deanie Ip levou pelo bonitinho mas ordinario “A Simple Life”. Achava que a presença de Haynes pudesse pender para Kate Winslet, mas nada. Hoje mais cedo uma reporter chinesa me entrevistou e depois do que eu achava do Festival, os favoritos, etc, a pergunta era direta: Deanie Ip leva? Tavam contando muito com esse premio. Preferia outra chinesa, a Denise Ho do filme do Johnnie To, mas tudo bem…

O troço começou a desandar em seguida: Como suspeitava, a Italia nao ia ficar sem premio, ainda mais com filmes tao politicos. O unico a se levar a serio, “Terraferma” entao ficou como o representante do pais. Todd Haynes apresentou o Premio Especial do Juri para  uma “historia de forte conotaçao politica em meio a uma historia emocionante” ou algo assim. Vaias, vaias e mais vaias aqui na sala de imprensa. Achei que o filme teria seus fas mas eles estavam no juri.

Com o premio a “Fausto” dado como certo, todo mundo se perguntava quem levaria diretor,: Polanski, que nao estava presente mesmo? Johnnie To, Friedkin? Eu que tinha visto o Cai Shangjun chegar, ja tava morrendo de medo. Foi confirmado. Nao gosto do filme, mas tem momentos muito belos. Porém foi outro filme tipicamente politico. Um filme que ataca a sociedade chinesa e os casos abafados pelo governo. O filme entrou como sorpresa porque certamente a China nao liberaria a saida do filme. Vamos ver como vai ser agora a repressao ao Shangjun.

O Leao de Ouro ja tinha dono certo: Ainda torcendo por uma virada bizzarra e que premiassem o Friedkin, mas nao deu. Segundo Aronofsky, foi “unanime”, mas nunca da pra ter certeza o que significa isso: Que literalmente todos acharam esse o melhor do Festival ou um significado que tem ganhado nos Festivais, o simplesmente de ninguem ter nao gostado do filme e ter se oposto fortemente contra o que provavelmente foi uma votaçao. Porque sim, ja aconteceu isso e muitas vezes. Voltando ao resultado, Sokurov tambem ganhou pela carreira, mas Fausto è muito bonito, tem um visual dos mais extraordinarios que eu ja vi na historia do cinema, uma coisa grottesca, rude e fascinante para o espectador. A historia è tensa, mas foi a adaptaçao do livro de Goethe foi bem feita e a escolha do filme ser falado em alemao, fundamental. Agora è hora de buscar os outros filmes dele, pois vergonhosamente ainda nao vi nada dele anterior, nem Pai e Filho, nem O Sol, nem Arca Russa.

Bom gente, vou la agora para o jantar de encerramento, depois volto com um balanço maior do festival de Veneza. Obrigado por acompanherem gente a minha cobertura daqui, adorei ter escrito sobre os filmes, foi um desafio e tanto que ta quase cumprido (ainda falta o Lav Diaz, os filmes de hoje do pahani e Stillman – me toquei que tao no computador e eu esqueci de atualizar –  e o balanço final)! E podem ter certeza que agora engato e continuo com o blog. Ah, e antes de ir, uma duvida que ficou na minha cabeça durante o Festival todo e veio a tona agora com a premiaçao: Como que num juri que conta com Todd Haynes e Andre Techine deram a vaga de presidente para darren Aronofsky?

4 Comments

Filed under Uncategorized

4 responses to “Como a Sala de Imprensa reagiu à premiaçao em Veneza

  1. Hudson

    Aronofsky tem Leão de Ouro. Techiné e Haynes não…🙂

    Adorei sua cobertura aqui, Mateus. Mantenha o blog, comente os filmes que estiver vendo nessa sua passagem pela Europa e também fale um pouco a respeito dos estudos aí. É sempre MUITO bom saber de tudo que ronda o universo cinematográfico – especialmente com textos mais passionais como os seus, sem se render àquela velha fórmula de revista.

    Sobre as premiações, acabei de ler aqui que a Fox Searchlight comprou os direitos de SHAME para os EUA e já vai exibir o filme em Toronto. Ou seja, há boas chances para Fassbender.
    😉

  2. Hudson

    Ah, fiquei felizão com o prêmio pro Sokurov. Não conheço tanto do cara também, mas sou louco por Pai e Filho e Arca Russa. Especialmente este último. E recebeu o prêmio de uma seleção que tinha Polanski, Friedkin, To… muito bacana.

  3. nati

    eu tb nao entendo a presidencia pro aronofsky. o sol eu acho um grande, grande filme. arca russa que só acho ok. pai e filho nao vi. adorei a cobertura, vê se segue escrevendo sempre sim🙂

  4. Mateus Nagime

    Oi Nati!!! Acho que faz sentido no final porque Darren tem um Leão de Ouro e os outros não… mas ai é um erro justificando outro😛 hehehe obrigado Hud e Nati, vou continuar sim!🙂

    beijos!!!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s