Diário do novo filme do Lav Diaz no Festival de Veneza

O nome? Não lembro. A duração? 5h55. Botaram um intervalo e tou aproveitando pra comer um pouquinho porque tou morrendo de fome. Mas o filme é tão genial que nem dá pra dormir. Aliás, mentira, dá sim, tem uns momentos mais parados e agora já são 10 e 15 da noite aqui, o sono de 60 filmes em cima de mim, mas tou bebendo coca-cola a conta gotas pra aguentar até o final.

Já no primeiro plano temos a melhor música da história do cinema. Da história da música. Depois falo melhor sobre o filme, claro, mas tem uns debates fantásticos sobre cinema, religião, arte, o culto (ao cinema)… Acho que tá caminhando para ser o melhor do festival, ao menos ali do lado de “Cut”. Os dois estão na Orizzonti. Aliás a seleção aqui, como era de se esperar tá melhor que a competitiva oficial.

Leave a comment

Filed under Uncategorized

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s