Sessão especial Artavzd Pelesjan

Fiquei devendo uns textos sobre dois filmes, um média e um curta do cineasta armênio Artavzd Pelesjan que passaram aqui. Achei incrível como ele é ainda é muito desconhecido, tendo pouquíssimas entradas no IMDB inclusive (espero que seja algum problema com transliteração porque se não for é bizarro). Depois, ainda foi exibido um outro média em homenagem a ele.

“Vremena Goda” / “T’arva Yeghanaknere” (“Seasons”, 1975, URSS) de Artavzd Pelesjan (7,5/10)

Um dos filmes mais famosos desse já clássico mas ainda bem desconhecido diretor armênio, que utiliza um conceito de montagem bem peculiar, recusando o efeito Kuleshov de todas as formas. Aqui, por mais de 30 minutos vemos o dia-a-dia de um pequeno vilarejo armênio, com tomadas muito bonitas e que tentam mostrar um clima tanto repetitivo do lugar. Filmado em um preto e branco lindo, consegue empolgar até os menos entusiastas de filmes experimentais.

Em seu ritmo pouco peculiar, Pelesjan vai nos envolvendo com os personagens, com aquele estilo de vida duro, mas que ainda assim tem momentos de grande amizade e perseverança. O diretor exprime aqui todo seu orgulho por sua terra natal que por tanto tempo foi oprimida pela União Soviética.

“Zizn’” / “Kyanq” (“Life”, 1993, URSS) de Artavzd Pelesjan (6,5/10)

Uma bela pequena homenagem a independência da Armênia, esse curta que mostra apenas um bebê recém-nascido sendo cuidado. Um filme que precisa levar em conta o background político para conseguir compreender, mas que tendo isso em mente – e que foi feito para esse público, o armênio – e ok, mundial – de 1993, consegue emocionar. Uma confiança, um senso de esperança, um momento repleto de sonhos, que como sabemos, provavelmente sempre vai causar decepção e frustração, sentimentos sempre presentes ao orgulho nacionalista.

“Il Silenzio di Pelesjan” (Itália) de Pietro Marcello (7/10)

Uma homenagem ao diretor Pelesjan, com uma análise de seus filmes, além de um perfil biográfico, como o início de sua relação com o cinema, incluindo documentos importantíssimos como a filmagem de seu exame final no Instituto Pan-Russo de Cinema em Moscou, além de mais importante, filmar o próprio Pelesjan andando pelas ruas, visitando lugares que gosta, seja na Rússia ou na Armênia. Como uma homenagem ao diretor conhecido por seus filmes sem diálogos, ele aparece sem falar uma palavra.

A montagem, como não poderia deixar de ser é “distante”, copiando o estilo do mestre de Marcello. Enquanto vemos cenas de seus filmes, imagens antigas, também temos contanto com um homem um tanto solitário, que gosta de ir nos mesmos lugares e tenta freneticamente traduzir o mundo a sua frente pelo cinema, acreditando piamente que é possível uma salvação através da arte.

 

1 Comment

Filed under Uncategorized

One response to “Sessão especial Artavzd Pelesjan

  1. Pingback: Ranking do Festival de Veneza «

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s